Carregar - Frossard Rasseli Odontologia

Blog

Quero colocar um Piercing na boca. É perigoso?

quero-colocar-um-piercing-na-boca

Nos últimos anos os piercings vêm se consolidando como uma das formas de expressão individual mais comuns. Em particular, os piercings na boca viraram um fenômeno mundial entre jovens e adolescentes. No caso dos piercings externos, tais como os das orelhas, braços ou em outras partes do corpo, não há muito perigo; Porém os internos, colocados na cavidade bucal (língua, úvula, bochechas, dentes e etc.), envolvem riscos e consequentemente um maior cuidado na sua utilização e higienização. Em geral nós dentistas não vemos com bons olhos a colocação de piercings na boca. Mas é preciso entender que a decisão de colocá-los é uma questão muito particular do paciente e tem que ser respeitada. É dever do dentista orientar, não proibir. Sendo assim, antes de tomar uma decisão, converse com seu dentista. Há vários cuidados e riscos que precisam ser levados em consideração antes da perfuração. E o paciente precisa conhecê-los.

A boca é uma das vias de acesso ao nosso organismo. Ela tem uma quantidade incontável de bactérias. Há possibilidades de que um objeto estranho, como o piercing, possa vir a quebrar a “harmonia” existente causando infecções. Cabe mencionar que no momento de colocar um piercing, vasos sanguíneos podem ser “cortados”. Por ser uma área muito irrigada, a língua é bastante sensível a qualquer tipo de perfuração. Quem a mordeu (acho que todo mundo) sabe do que se trata. Sendo assim, a dor e o inchaço da região são bem comuns e igualmente incômodos. O contato do objeto com os dentes também pode vir a causar danos. Imagina um corpo estranho se chocando dezenas, centenas e talvez até milhares de vezes durante um dia com nossos dentes.

A nossa gengiva também está suscetível a problemas, pois é muito sensível. O metal do piercing pode feri-la e também causar uma retração gengival, tornando os dentes mais vulneráveis a problemas. A endocardite também foi citada em pesquisas como um transtorno decorrente da utilização de objetos estranhos na região bucal. A lesão que surge como conseqüência do piercing oferece uma via de acesso para que algumas bactérias cheguem até o nosso coração. Também foi constatado que objetos estranhos em nossa língua, dentes e etc. aumentam a produção de saliva, o que pode causar certa dificuldade na mastigação.

Nós tratamos o Piercing como uma questão pessoal; uma decisão bastante particular. Mas devido aos riscos, é preciso um acompanhamento odontológico. Procure seu dentista para compreender os cuidados e a higienização necessária para manter uma boa saúde bucal. Até o próximo post. Abraços e sorriam,

Drª Andressa Frossard Rasseli

Cirurgiã Dentista CRO-ES 5088